19 de out de 2011

Sem título.

Não quero ser mais uma compartilhando novidades corriqueiras e cotidianas, mas um blog se fazia necessário. Não há pior mal do que pensamentos elaborados serem descartados por nossa impiedosa memória recente. Cada notícia que leio, cada leitura que faço, cada pessoa que observo... Tudo me remete a um intenso desejo de manifestar contradições ou até mesmo propostas de um novo trajeto. Pode ser sustentável, pode ser econômico, pode ser fútil.

Enfim, agora está feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário